sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Sleeping...



Banqueteio-me a observar-te o corpo suado, cansado, saciado. Entre um grito e um afago, alimentámos a gula sem clemência. Como uma necessidade impreterível. Com uma precisão desesperante. Onde o meu corpo organiza o teu. Por cada alternar de ritmo ou direcção, movemo-nos em busca do novo encaixe onde podemos sublimar o que nos une. Amamo-nos sem pedir licença, sem palavras desnecessárias proferidas em vão. O olhar de um verbaliza o "sim, permito" de que o olhar do outro precisa. Depois de engolido o desejo, deitamos o sexo sobre os lençóis do orgasmo. Adormecemos esse mesmo sexo que latejou com fervor e explodiu em prazer, tendo sido salpicado com gotas do mais puro sentir, do mais intenso consumo.

9 comentários:

  1. Sabe tão bem ler isso depois de um dia longo de trabalho. Obrigada :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Katy, ainda bem que sentiste. Agradecida estou eu pela tua visita :)

      Beijos Luxuriosos

      Eliminar
  2. Respostas
    1. "Hummm..."... é bom Fogo... :P

      Beijos Luxuriosos ;)

      Eliminar
  3. Não sei se dormia :P

    Bj Completo no meu outro Eu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, há coisas que me tiram o sono! :P
      Beijos

      Eliminar
    2. Tattoo... dormir só mesmo depois de bem saciada! :P
      Beijosssss imensos no meu outro Eu


      PM, são coisas boas que te tiram o sono, aposto!
      Beijos Luxuriosos :)

      Eliminar
  4. O repouso dos guerreiros?...
    Ou o sentimento do sexo cumprido...

    Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leão, acho que nem um nem outro. Guerreira sou, mas com pouco descanso... E o sexo nunca se sente cumprido! ;)

      Beijos Luxuriosos

      Eliminar