quarta-feira, 27 de março de 2013

Inflamável...





Hoje lembrei-me de um cliché demasiado banal até para o trazer para aqui... O típico cenário do Homem do gás que nos surge à porta de casa. Novo, musculado, olhar atrevido, suado, disponível... E que nos surpreende de lingerie, porque simplesmente estava calor e não conseguimos sentir a roupa sobre a pele já incendiada.
Ouve-se a campainha, e prontamente apreciamos o bombom delicioso que se encontra à porta só para nos servir... Um olhar vertical, de alto a baixo, e a conversa fica feita. O desejo imediato que nos arrebata, a sede que precisa ser saciada... Mas o fogo deste gás consome-se muito fugazmente, apenas as últimas réstias de um lume intenso, embora demasiado breve, e que acalenta as mentes mais desvairadas.

Um apetite que surge num toque. Uma fome que se forma num olhar. Porque definitivamente há momentos assim!


12 comentários:

  1. iniciaste o dia com o gás todo…[risos]


    1beijo e bota fogo nisso

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Opus,
      Mas mantive-me em lume brando...

      Agradeço-te a gargalhada que me proporcionaste, jeitoso ;)

      Eliminar
  2. Respostas

    1. Sol Negro,

      Óptimo conselho ;)

      Beijos luxuriosos

      Eliminar
  3. ahahahah Eva...o que me foste lembrar :P
    Tu andas mesmo inflamada rapariga!
    Esse calor chega aqui...

    Beijo grande

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. MissMary,
      Fico muito contente que te aqueças no meu lume ;)
      São ideias como esta que nos deixam sempre bem quentes, mesmo em dias mais cinzentos!

      Beijos luxuriosos ;)

      Eliminar
  4. Inflamas-nos com esses teus pensamentos ...
    Beijos
    Sílvia

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ainda bem, Sílvia :)
      Adoro partilhar o meu calor... Enjoy!

      Beijos luxuriosos ;)

      Eliminar
  5. Respostas

    1. E faísca também, para conseguir acender o lume...

      Beijos luxuriosos ;)

      Eliminar
  6. Deixaste-me com saudades desse calor que impede de sentir a roupa sob a pele incendiada.
    É bom sucumbir na magia de uma urgência inesperada.

    Beijo *Estrela*do* em ti

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Estrela... as urgências possuem de facto uma outra magia que nos inebria os sentidos!
      E o calor que nos faz despir... eu diria que é sempre bem-vindo.

      Beijos luxuriosos em ti ;)

      Eliminar